domingo, 31 de agosto de 2008

antes do fim

Aqui somos lado a lado com os ofícios que exercemos: frágeis utensílios enfados horários papéis envelhecidos um cabelo embutido no sabonete uma carta a escrever uma nota à margem. e falas. não supões quanto de atenção te reservo que veias perscruto quando em minhas mãos as tuas tenho que vidas adivinho em teu pulsar.
31 de agosto de 2008
Mário Cláudio, Agosto
as máscaras de sábado

1 comentário:

ap disse...

Fim!
O fim é o começo ou é o começo do fim?
Exige relexao.
Mas, eu penso cá para mim,
E antes que chegue o fim.
Quero viver a emoção.