terça-feira, 20 de maio de 2008


3 comentários:

Anónimo disse...

Sonata ao Luar

Quando eu morrer...
ROSAS BRANCAS

Rosas disse...

Rosa branca,
rosa vermelha,
rosa tanta,
coração que se assemelha.

No teu aroma de rosa
desfaço em poema a prosa
que invento ao teu regaço
e depois, eu mesmo me desfaço.

Passiflora Maré disse...

São Rosas Senhor em manto de Era verde.