domingo, 13 de abril de 2008

Rita

É realmente estranho, mas não me consigo recordar da primeira vez que falei com a Rita. Lembro-me perfeitamente da primeira vez que a vi. Foi no Tropical, antes deste café ser vendido a uns Ingleses com toques colonialistas, numa noite fria e húmida de Outono.

1 comentário:

Rita disse...

"As Horas cismam no ar parado: — Passado.
As Horas bailam no ar fremente: — Presente.
As Horas sonham no ar obscuro: — Futuro."

Da Costa e Silva
As Horas