domingo, 13 de abril de 2008

Há cardos e ervas ruins

Há cardos e ervas ruins
Nos canteiros que já nos acolheram
Há cardos e ervas ruins
Que nos procuram pela fragilidade
Que é inerente à beleza que é nossa

1 comentário:

Ver disse...

" É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver".

Por Pedro Bial

Apesar dos "cardos e ervas ruins"