terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Olhai que bela, caro Viriato

7 comentários:

AugustoMaio disse...

A visita foi breve e repentinamente urgente. Para a próxima fica o café, na esplanada logo ali ao lado.

PB Pereira disse...

Belíssima foto. Convidativa à vida. Aqui até esquecemos a(s) crise(s). As nossas e as dos outros.

Líria disse...

Querido Augusto
Ultimamente, tem sido só a Mariazita a postar no Lírios. Os estudos absorvem-me muito tempo, e como estão em primeiro lugar, a Mariazita tem me feito o favor de manter o blog activo. Não sei se ela vai querer fazer isso muito tempo. Vamos ver, senão terá que fechar.
Como ela tem estado ausente, resolvi eu postar um poema da minha poeta preferida - Florbela Espanca.
Espero que vás ver e que gostes.

Gostei muito do teu espaço.

Até sempre

Beijos da Líria

ViriatoFCastro disse...

Caro Augusto, estou pasmo. Para a próxima não fica só o café, fica também o almoço e o jantar e o bagaço e lautas horas da melhor conversa, em redor de tudo.

AugustoMaio disse...

Pois assim será, caro Viriato, talvez com uma brisa mais amena (não estava mal, mas era Fevereiro) lá para as bandas da (próxima) Primavera.

AugustoMaio disse...

Uma "descrise", que se vai vendo gostosamente nestes cursos (de água,também), caro PBPereira.

AugustoMaio disse...

E belos posts, assim conjuntos ou partilhados, cara Líria. E com essa preferência maravilhosa da Espanca.