segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

talvez ou o princípio da certeza

talvez se escute o silêncio puro que vos aproxima
entre reflexos de espuma e gestos por inventar
talvez o mar a onda uma a uma
deixem ficar a rima e recordem o futuro

2 comentários:

Peregrina disse...

Bonito!

Passiflora Maré disse...

Brilhante, Caro Augusto, o silêncio é forte e precioso entre quem se deseja aproximar e ainda não inventou os gestos para lá chegar!
Nem todos têm essas dificuldades, mas "os eleitos" (estigmatizados) de um determinado comentário, lá atrás no tempo, sabem do que falo.
Parabéns.