sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Dizes uma palavra


Dizes uma palavra
que te finjo ouvir
e dissipo-me do medo da surpresa.
Às vezes, rezas
e acredito adivinhar
o som que trocas com Ele
só pelos lábios que não abres
quando os olhos transbrilham
em cerimónia de núpcias.
É bom. Tão bom
sentir que abalroamos o medo
da descrença,
que por momentos vencemos.
Seja o que seja.

3 comentários:

relido disse...

E também gosto muito deste.
Quando se adivinha a oração nos lábios fechados,mas que os olhos comunicam, como numa cerimónia de núpcias.
Bem.

tamanho de qualidade disse...

"Dissipo-me do medo da surpresa"
XL

Dedalus disse...

E quando se sente que o medo é abalrroado, tudo melhora.