segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Definição

Estorva-me o pio
dos que declinam palavras gastas,
e dizem não a todos os impossíveis.
Gostava de substituir o desgosto deles
por um poema de cristal
confundido na transparência
de um rio de pérolas.
E talvez dizer-lhes, em jeito
de infinito,
que amar é uma forma verbal.
Ou, nesses casos,
talvez nem tanto.

4 comentários:

~pi disse...

ontem mesmo disse isso

a

alguém

(se amar incomoda

como grão na asa,

)agora


~



(bem vindo a passages :)

Peregrina disse...

Que bonito :)

Evelyn L. disse...

O amor, verbal ou não, de todas as formas possíveis alivia o desgostos desses e faz mais belo qualquer verso, qualquer rima. mesmo que estejam um oceano de distância.
Beijos recitados, com gosto,
Evelyn.

R. disse...

:)