quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Salto



A Eros que por vezes me perco...

2 comentários:

Teresa de Sousa disse...

Erotismo no feminino

Louca me chamo ao recordar
Aquela vez em que fui tua
Não era uma noite vulgar
Porque todo o céu era lua

E nós os dois, longe de tudo
Ali estávamos, sonhando
Perdidos num silêncio mudo
Sentindo os corpos, amando

Só que ao estar adormecida
Tu fugiste, subiste o muro
Que nos separava da vida

E então acordei sozinha
Desejando teu sémen puro
Que o meu corpo já não tinha…

eros m. disse...

A lua ilumina o céu
sonhando o silêncio mudo
este modo de ser teu
é estar perdido de tudo