sexta-feira, 1 de agosto de 2008

adeus

Não vá minha alma ser roubada:
aproveito o primeiro do mês
e, desta vez,
reduzo-te a (quase) nada...

(obrigado pelo contributo)

4 comentários:

Júlio Letras disse...

Vale a pena experimentar também a ingratidão para encontrar um homem grato.

Séneca

Eärwen Tulcakelumë disse...

Atenção neste momento é tudo.

Pérolas incandescentes de luz.

Eärwen

Eärwen Tulcakelumë disse...

Devemos buscar amigos como buscamos livros. Ao olhar a capa,
nem sempre acertamos na procura. Não exija que sejam muitos,
mas que sejam bons. Não exija que sejam perfeitos mas, que
em seu conteúdo sejam coerentes. Não exija que contenham
sabedoria mas sim, uma boa palavra... Seja a estante com poucos
livros, mas, grande em conteúdo. Verdadeiros amigos e bons livros,
são aqueles que não trazem as grandes soluções mas, com os quais
podemos contar. São aqueles que sempre estão próximos,
quando mais precisamos deles...

Assim deve ser!!!!

Pérolas incandescentes de carinho amigo.

Eärwen

Anónimo disse...

"Procura-se um amigo

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar...."

Vinicius de Moraes