quinta-feira, 19 de junho de 2008

Será?

Nós sabíamos, Ricardo... mas o Luíz esqueceu!

6 comentários:

Passiflora Maré disse...

É.
Difícil.
Dói.
Mas passará.

Anónimo disse...

Quando acreditamos, colectivamente também é, em colectivo, que sofremos.
As vitórias comemoramos em conjunto, mas as derrotas...cada um as sofre em solidão.
Ganhamos em colectivo...perdemos por individual...talvez o Luíz, no nevoeiro londrino, encontre a luz.

AugustoMaio disse...

A pergunta, não obstante os nomes, pretendia mais uma ideia que um culpado. O esquecimento é, talvez, o do rigor. E - talvez erro meu - quando luta a alma contra o estudo, só ganha na poesia.

Mas pode ser que a derrota o não seja, nesse amplo sentido.

Dedalus disse...

Talvez...

Dedalus disse...

Talvez que a ciência americana, a técnica japonesa, a poesia irlandesa, a qualidade de vida nórdica, até a prova alemã nada tenham a ver com o futebol. Talvez os descobrimentos portugueses também não. E Fernando Pessoa devia ser franzino de pernas.

Talvez...

Mas deviamos ganhar, ainda assim?

Talvez, mas com um sentido muito relativo

Anónimo disse...

A vida é mesm assim. Feita de esquecimentos e de acasos. relativa...