quarta-feira, 18 de junho de 2008

iluminas os dias escuros, no longe das vagas.
e as águas reflectem-se de vontades paradas;
aguardam ocasiões novas de caminho aberto,
debaixo desse imenso céu, azul mas tão certo.

6 comentários:

Espectadora disse...

Tienes un lindo blog, lástima que no entiendo muy bien el idioma.
Muchos saludos desde Barcelona

Sirenita disse...

Precioso en verdade.

Noraboa

AugustoMaio disse...

As nossa vizinhas são muito simpáticas.

Que ganhem!

AugustoMaio disse...

Lástima que não entende bem... cara espectadora.

Lástima é, pelo menos no caso, uma expressão fabulosa, linda...

Como uma palavra não é o que é!

AugustoMaio disse...

É verdade: e ganharam!

AugustoMaio disse...

E ganharam outra vez!