quinta-feira, 5 de junho de 2008

1138, THX

Ao caro PA, como simples gesto de quem se inicia no mundo FC.
... e se fossemos catalogados?!

3 comentários:

ViriatoFCastro disse...

Caro Augusto, excelente escolha.
Um filme que certamente toma como mote certas concepções que se podem encontrar, no seu estado mais puro e genuíno, em "1984" de Orwell. Realizado e produzido um pouco antes de "Star Wars", THX revela-se mesmo como uma obra de cariz alternativo e independente, dos tempos em o senhor George Lucas ainda tentava encontrar o caminho para o sucesso e, já agora, para o seu Skywalker Ranch, onde actualmente se dá ao luxo de ter espaços onde apenas se pensa em novas ideias.
A ficção científica, para mim, sempre foi isso: a possibilidade da imaginação poder suplantar as convenções e trazer novos conceitos e novas perspectivas, para uma vida que, de qualquer modo, se quer melhor. O sonho é sempre, lá está, um bom começo para tal empresa.
Quanto ao aspecto da catalogação, elemento essencial do filme, também nos faz pensar no "reverso da moeda", uma vez que tais ânsias inovadoras sempre conservam em si mesmas a hipótese de nos tornarmos vítimas de nós mesmos e dos nossos feitos.
Fora tudo isto, é um grande filme!

AugustoMaio disse...

Sempre atento, caro Viriato.
Cá vou andando devagar no estudo!!!

ViriatoFCastro disse...

Caro Augusto, devagar, mas sempre com grande ciência e saber bem apontado! Nestas coisas, não queremos mesmo pressas, queremos prudência, ainda que sem o prefixo de outros ofícios, mais quotidianos. Um Abraço!