segunda-feira, 26 de maio de 2008

Existir

“O que vocês querem fazer da vida?” Perguntou a Maria, carregando a resposta na pergunta, mas eu só conseguia pensar que raio estava a fazer com estas pessoas que nada têm a ver com a minha história. Estas pessoas nasceram e cresceram no meio da abundância e do sucesso, nada sabem daquilo que eu e a maioria deste país somos feitos. Eu sou herdeiro da miséria, carrego a fome como herança genética e tenho o insucesso como garantia. O que quero fazer da vida? Existir é, para alguém como eu, a imensidão da totalidade, aquilo que mais incomoda a realidade.

Originalmente publicada em estranhoanjo

3 comentários:

AugustoMaio disse...

A imensidão da totalidade (é) aquilo que mais incomada a realidade.

Cito.

E como dá que pensar, vou.

enjeitadas.com disse...

Sr, Paulo

Mais um belo texto

ViriatoFCastro disse...

Ovaciono de pé, porque concordante!