sexta-feira, 18 de abril de 2008

Praia da Rocha, 2007


6 comentários:

dejalo que va lejos disse...

Olhando para este belo fim de tarde, dá vontade de fugir daqui e ir ao encontro dele... saudades do Verão!!!

Beijos

Anónimo disse...

O Verão estala por todos os poros
da casca das árvores,
da língua dos cães,
das asas das cigarras,
do bico do peito das mulheres
tão acelerado
que rasga o céu de calor
com um golpe preciso
de lanceta.

João José Cochofel,
In Quatro Andamentos, 1964.

Gosto é do verão disse...

Na Primavera o amor anda no ar.
Na Primavera os bichos andam no ar.
Na Primavera o pólen anda no ar
E eu não consigo parar de espirrar.

No Verão os dias ficam maiores.
No Verão as roupas ficam menores.
No Verão o calor bate recordes
E os corpos libertam seus suores.

Eu gosto é do Verão
De passearmos de prancha na mão.
Saltarmos e rirmos na praia
De nadar e apanhar um escaldão.

E ao fim do dia, bem abraçados
A ver o pôr-do-sol
Patrocinado por uma bebida qualquer.

"Fúria do Açucar"

ViriatoFCastro disse...

No meio destas proverbiais tormentas de um mês de que nunca gostei, realmente só penso se haverá um "pirolito" para beber lá para os lados do Algarve.

VM disse...

" O meu amor está a pensar em mim"
Era o que em tom de brincadeira, ou nem tanto, naquela inocência de criança, dizia quem avistasse em primeiro lugar o rasto do avião no céu.
Esta fotografia, além de muitas outras coisas, fez-me recordar esses tempos bons da vida.
Por mera graça, penso:" Será que estava?"

A M disse...

De facto, apetecia mesmo: um pirolito em modo de gasosa e um ar quente que afogue esta humidade.